EMPREENDEDORES DA EMANCIPAÇÃO - Caminhos, recursos e redes solidárias em processos de libertação nos últimos anos da escravidão na Província do Espírito Santo.

Código: RK5DHNTZV Marca:
R$ 47,00 R$ 31,00
Comprar Estoque: 30 dias úteis
  • R$ 31,00 Boleto Bancário
  • R$ 31,00 American Express, Visa, Diners, Mastercard, Hipercard, Elo
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Ao longo do século XIX, diversas instâncias de poder brasileiras interagiram com as comunidades nas quais havia pessoas na condição escrava por intermédio de leis elaboradas ora para o controle de suas vidas, ora para estabelecer parâmetros para a liberdade cotidiana e civil. As cidades, povoados, fazendas, vilarejos e fóruns foram espaços de relações sociais e políticas de escravos, libertos e livres, nos quais tais normas, mas também interesses, tensões, negociações e acordos marcaram o cotidiano. Tendo em vista o contexto e o universo legal local este livro avança para estruturas normativas nacionais e analisa uma ampla vivência prática de escravos e suas comunidades se relacionando com uma ordem legal e institucional que ficou conhecida como o processo gradual de libertação encampado pelo Governo Imperial e levado a cabo pelas instâncias judiciais nas províncias. A análise quantitativa e qualitativa de ações judiciais e processos relativos à liberdade permitiu uma descrição geral de aspectos do perfil sócio-econômico dos escravizados que tiveram os seus nomes inscritos nos programas governamentais de libertação. A análise destas lutas propiciou a observação dos comportamentos, motivações e formas de agir dessas pessoas, seus familiares e outros parceiros. Eles buscavam na justiça a liberdade institucional, entendida como mais uma forma de melhoria de vida e ascensão social e de solução de conflitos de interesses vividos na relação senhor-escravo. A obra versa sobre a história do fim da escravidão no Espírito Santo a partir de estudos de um significativo corpus documental judicial dos municípios da região central da Província, reunidos em torno da Comarca de Vitória. O livro se pauta em uma narrativa que engloba tanto descrições estatísticas mais amplas com base na documentação pública quanto de histórias de vida de pessoas reais recompostas por meio da pesquisa nominativa que, em meio aquele contexto, buscaram caminhos para melhorar a vida pessoal e de suas famílias auxiliadas por redes sociais que se formaram em torno da libertação da escravidão. O trabalho narra tais histórias e busca trazer a lume as estruturas e os recursos (seja humanos, materiais e institucionais) que fizeram parte do repertório dos coevos no processo de libertação encampado por indivíduos, famílias e redes de solidariedade alinhados os diversos matizes das lutas pelo fim da escravidão. Alicerçado na historiografia brasileira mais recente, que busca compreender tais lutas por liberdades, o livro descreve o processo de emancipação oficial e sua apropriação pelas pessoas escravizadas e suas comunidades, e narra histórias de liberdades e libertações que ficaram registradas documentação do XIX e guardadas nos arquivos. Assim, o livro conta um pouco da história social, política e econômica de uma das províncias brasileiras durante o contexto do chamado fim gradual da escravidão encampado pelo Estado Imperial.

Capítulo 1  -  Aspectos gerais da região central do Espírito Santo Oitocentista;

Capítulo 2  -  Emancipação: programa do governo, empreendimento do povo;

Capítulo 3  -  Libertação dos escravizados: empreendimento solidário;

Considerações Finais

Referências

Apêndices

Notas de fim

 

Acabamento:Capa Fosco

Formato  16x23

Paginas 180

Brochura

 

O autor: Filho de Roberto e Maria José, o autor é formado em História pela UFES, cujas pesquisas de graduação geraram um livro sobre a história da Comissão Espírito-Santense de Folclore, publicado pelo Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo, no qual é sócio. Ocupa a cadeira 11 da Academia de Letras e Artes da Serra. Tornou-se mestre em História Social das Relações Políticas pela UFES pesquisando as lutas das pessoas escravizadas capixabas pela liberdade. Doutorou-se pelo Programa em História Social da UNIRIO, investigando a sociedade capixaba do Oitocentos, focando trajetórias e sociabilidades do grupo senhorial. Tem estudado as bandas de congo e suas festividades tradicionais da Serra, com apoio da Associação de Bandas de Congo da Serra. Publicou trabalhos referentes a seus estudos na imprensa local e em encontros de da área das ciências humanas, nos quais têm analisando fatos importantes da história e da cultura capixaba desde o século XIX até os tempos atuais, identificando sentidos e significados que tornam a história local significativa do ponto de vista da superação de situações difíceis que marcaram a sociedade brasileira e mundial, tal como a escravidão, a violência e o racismo, por meio da religiosidade, sociabilidade, ritos festivos, cultura e pela integração de diversos universos culturais. Atua como educador e técnico da Rede Pública Estadual de Educação do Estado do Espírito Santo. 

 

R$ 47,00 R$ 31,00
Comprar Estoque: 30 dias úteis
Pague com
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Christofer Scorzato Lima - CMS Editora - CNPJ: 31.798.595/0001-04 © Todos os direitos reservados. 2021